Alongar antes e após a corrida é fundamental

Ao realizar qualquer exercício físico, o organismo do praticante passa a “trabalhar” em um ritmo metabólico mais elevado do que o de repouso. É essa situação que faz das atividades um importante estímulo para as adaptações e melhoras nos indivíduos que treinam.

Caso a pessoa comece a se exercitar a partir do repouso, sem aquecimento prévio, ela levará algum tempo para que o organismo atinja níveis adequados de metabolismo elevado para suprir as necessidades do exercício. Na prática da corrida não é diferente.

Segundo o educador físico da Universidade de Fortaleza- Unifor, Walter Cortez, pelo fato de os grupos requeridos serem os mesmos, os alongamentos realizados antes ou depois de uma prova podem ter os mesmos posicionamentos. A diferença está na forma de se alongar. Os exercícios prévios devem ter caráter estimulativo.

Para isso, o ideal é que os músculos sejam “puxados” e “soltos” alternadamente e repetitivamente por cerca de 10 segundos. É importante salientar o cuidado para não exagerar nos “puxões”.

“Após a atividade é hora de relaxar os músculos, os alongamentos são suaves e com duração de 20 a 30 segundos em média”, diz Walter Cortez.

Postura e pisada

Esportivos ou não, certos gestos requerem posicionamento natural de segmentos corporais. “Porém, algumas pessoas na tentativa de realizá-los com a postura correta, acabam por alterar a posição dos segmentos e isso mais prejudica do que beneficia”.

O fato é que executar exercícios ou tarefas físicas com postura adequada nem sempre significa ficar com as costas retas. O ideal é antes de tudo consultar um profissional de educação física ou alguém com conhecimento em estudos posturais e ergonômicos.

Na corrida, a postura adequada, a coordenação das passadas e as fases como, apoio, balanceio e impulsão devem ser treinadas. Isso ajuda a manter a eficiência motora, a economia de energia e reduz o risco de lesões.

O apoio está associado ao impacto no solo e exige mais das superfícies articulares. Esses impactos são minimizados pela técnica correta. Já o balanceio e a impulsão exploram mais os músculos e os tendões que precisam estar treinados nos quesitos força e resistência. “O correto é mantê-los coordenados entre si e alongados para evitar qualquer tensão”, finaliza Walter Cortez.

Pronto para a largada

Dentre as atividades que podem ser realizadas previamente a um programa de exercícios físicos como forma de aquecimento, estão os alongamentos, que são exercícios de estiramento controlado que levam um músculo ou um grupo de músculos a uma posição extrema de comprimento de suas fibras;

Os alongamentos podem ser realizados de forma passiva, onde há uma força externa realizando o posicionamento do exercício ou de forma ativa na qual a própria movimentação do corpo leva ao alongamento dos musculares;

Tais movimentos provocam uma resposta fisiológica de estímulo das atividades metabólicas dos músculos alongados, sendo um interessante procedimento prévio às atividades físicas, principalmente àquelas que têm uma elevada exigência física, como musculação, cross fit, corrida, entre outras;

Os exercícios prévios a corrida devem ser mais leves inicialmente e intensificados progressivamente. Uma alimentação matinal equilibrada e balanceada garante ao praticante energia suficiente para realizar o percurso determinado.

Curta e compartilhe:
1k

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará.
Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo.

Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226

Administrador:
Jonas Deison

Deixe uma resposta