Feriadões em 2018 vão impactar economia do Ceará

Os 14 feriados programados para 2018 trarão impactos para a economia cearense. Enquanto que para o turismo os dias de folga trarão mais visitantes ao Ceará, elevando, por exemplo a ocupação hoteleira, para o comércio a agenda pode ser de prejuízos, de acordo com estimativas iniciais. Segundo o analista de Políticas Públicas do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), Alexsandre Cavalcante, as datas são recorrentes e portanto os impactos não serão diferentes ao deste ano. “Em muitas escolas, há feriados prolongados e dessa forma você libera os estudantes. Tem o aspecto do consumo. Muitas pessoas que ficam de folga vão aos shoppings, por exemplo”.

Cavalcante também diz que analisa dois lados: renegociação de datas e reprogramação da produção na indústria. “A produção industrial está diretamente ligada ao consumo. Se tiver consumo a indústria não é muito afetada com os feriados. Além disso, as empresas podem trabalhar mais nos outros dias do ano para aumentar a produção. Você tem uma explosão de consumo nesses picos de feriados, como por exemplo, na rede hoteleira”, acrescenta o analista.

Entretanto, nem todos os setores consideram que os feriados são positivos. O comércio, por exemplo, avalia que as datas não são positivas. Segundo Cláudia Brilhante, diretora institucional da Federação do Comércio do Ceará (Fecomércio-CE), o setor deverá registrar prejuízos entre 5% e 7%. “Nós ainda não temos uma pesquisa finalizada sobre isso, mas estimamos que o prejuízo deve ficar dentro desse parâmetro, caso o comércio feche todos esses dias”, diz.

Negociação

Para reverter a situação, a diretora afirma que já trabalha para iniciar as negociações, com comerciantes e vendedores, para que as lojas não fechem em todos as datas comemorativas.

“A partir de janeiro, nós vamos começar as negociações, como já fazemos tradicionalmente todos os anos”. Brilhante está otimista com relação às conversas. A razão, segundo ela, é o novo modelo de negociação proporcionado pela reforma trabalhista. “No modelo antigo, a gente poderia fazer essa negociação, mas seria muito mais difícil do que é agora. Com o modelo novo, da reforma, a gente acredita que as negociações serão bem mais positivas”, esclarece. Além dos feriados a mais programados para 2018, o Brasil ainda terá datas especiais, como os dias jogos da Seleção durante a Copa do Mundo e as eleições.

Turismo aquecido

Enquanto para alguns setores feriado é sinônimo de prejuízos, para o turismo cearense, as datas representam hotéis lotados. Segundo Darlan Leite, vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-CE), os feriados prolongados são uma ótima oportunidade para as pessoas viajarem. “Sempre que tem feriado impacta muito para a ocupação hoteleira. As pessoas pegam três dias e fazem de miniférias. Para os hotéis fora da Capital, os resultados são muito bons também”, diz.

Entre os principais destinos, ele cita Canoa Quebrada, Flecheiras, Praia das Fontes, além de Jericoacoara, que conta atualmente com um aeroporto. “É um público de Fortaleza e de cidades como Mossoró que também aproveitam esses dias”.

Leite também diz que os impactos dos feriados são sentidos ainda em setores que trabalham diretamente com o turismo, como bares e restaurantes. “Existem prejuízos para outros setores da economia, mas a indústria de turismo é muito favorecida porque o impacto é significante em toda a cadeia”.

Curta e compartilhe:
1k

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta