Internado, Cid Gomes adia ida à Câmara para explicar declaração

O ministro da Educação, Cid Gomes, encaminhou na manhã desta quarta-feira (11) pedido de adiamento da convocação para audiência na Câmara dos Deputados na qual ele iria explicar a declaração polêmica que deu durante uma palestra a estudantes do Pará. Cid está internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, com quadro de traqueobronquite, sob os cuidados dos médicos Roberto Kalil e David Uip.

O ex-governador do Ceará está internado desde esta terça-feira (10) e, segundo os médicos, não há previsão de quando receberá alta. O ministro esteve no último fim de semana em um seminário sobre educação na Universidade de Yale, nos Estados Unidos, onde a temperatura chegou a 12º C negativos. A mudança climática pode ter influenciado o quadro de saúde do auxiliar da presidente Dilma Rousseff.
Cid já está recebendo medicação e está melhor. Uma nota deve ser divulgada em breve pelo Sírio-Libanês para atualizar o quadro de saúde do ministro.
O titular da Educação foi convocado pelos deputados federais para explicar declarações dadas no dia 27 de fevereiro durante uma visita ao Pará. Na ocasião, ele afirmou a uma plateia de estudantes da Universidade Federal do Pará que a Câmara dos Deputados possui de 300 a 400 membros que “achacam”.

Com Informações do Blog do Camarotti

Curta e compartilhe:
1k