Jornal inglês diz que papa Francisco é um dos homens mais odiados do mundo

Em uma grande reportagem publicada pelo jornal The Guardian, o repórter Andrew Brown investiga os bastidores do Vaticano, repletos de críticas, medos e muita inveja. No centro de tudo, um papa diferente: Jorge Bergoglio.

O texto, datado de sexta-feira (27), e disponível no site do jornal, diz que o papa Francisco é um dos homens mais odiados do mundo hoje. Não por ateus, protestantes ou muçulmanos. Mas por alguns de seus próprios seguidores.

Francisco vem revolucionando e conquistando o mundo. Primeiro papa sul-americano e jesuíta. Inovou enxugando o número de funcionários do Vaticano, apareceu dirigindo um Fiat e carregou as próprias malas. Lavou pés de refugiados. Sobre os homossexuais, ele disse: “Quem sou eu para julgar?”.

Novidades demais para uma religião tão afeita a tradições e dogmas. Os conservadores o odeiam. Como admitiu um religioso ao jornalista do Guardian: “Estamos aguardando ansiosamente a sua morte. É impublicável o que conversamos entre nós. Os cardeais se reúnem e comentam como Bergoglio é odioso. É um Calígula, se tivesse um cavalo, faria dele um cardeal”. O termo heresia é frequente nesses encontros.

Curta e compartilhe:
1k

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará.
Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo.

Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226

Administrador:
Jonas Deison

Deixe uma resposta