Laboratório de Hanseníase realiza em média 220 consultas ambulatoriais por mês

A Secretaria de Saúde de Sobral, por meio da equipe do Laboratório de Hanseníase, realiza mensalmente 220 consultas ambulatoriais em pacientes com suspeitas de terem a doença. Alguns pacientes se deslocam de outros municípios em busca de atendimento em Sobral. Durante os últimos 30 dias, o Laboratório de Hanseníase realizou mais de 60 exames de baciloscopia, 180 sessões de fisioterapia e 182 consultas de enfermagem.

Os pacientes assistidos pelo programa se reúnem mensalmente com a fisioterapeuta responsável pelo serviço de prevenção de capacidades do laboratório de hanseníase, Mirla Soares, “os encontros servem para que nós possamos orientar nossos pacientes, além de fazer com que eles tenham um apoio maior com dentistas, terapeutas ocupacionais, psicólogos e assistentes sociais, assim melhorar a qualidade de vida dos pacientes”.

Os principais sintomas da hanseníase são dormências (parestesias), dor nos nervos dos braços, mãos, pernas e pés; presença de lesões de pele (caroços e placas pelo corpo) com alteração da sensibilidade e áreas da pele com alteração da sensibilidade mesmo sem lesão aparente, além da diminuição da força muscular.

Serviço:
Laboratório de Hanseníase
Endereço: Praça Monsenhor Eufrasio, S/N. (Em frente à Santa Casa).
Horário de funcionamento: 7h às 11h e 14h às 17h

Curta e compartilhe:
1k