Mídia internacional repercute vandalismo em final na Arena Castelão

Palco de seis jogos na Copa do Mundo em 2014, incluindo dois jogos do Brasil, a Arena Castelão teve seu gramado transformado em campo de guerra neste domingo (3).

Após o apito final do árbitro, torcedores de Cearé e Fortaleza entraram em campo e o que se viu foram atos de violência lamentáveis. E os fatos vergonhosos repercutiram na mídia internacional. Jornais ingleses, da Índia, da Rússia e agências de notícias da Ásia destacaram atos de vandalismo em pleno campo de jogo.
Mail Online – portal do Daily Mail (Reino Unido):
“A polícia disparou bombas de fumaça dentro do gramado enquanto os torcedores travavam uma batalha campal no estádio da Copa do Mundo de 2014. (…) No confronto haviam paus, cadeiras e até mesmo partes do palco que está sendo preparado para a cerimónia de entrega de prémios. (…) O coronel Aguinaldo, comandante do batalahão de policiamento de eventos, declarou que a “infra-estrutura do estádio não foi feito para os fãs de futebol brasileiros. É fácil para os fãs de invadir o campo como este. Segurando uma multidão rebelde é difícil.”
Assinado por Ben Grounds, outra publicação do Daily Mail (Reino Unido), aprofundou mais o tema, incluindo vídeo do confronto em campo intitulado de “Batalha real: como torcedores brasileiros lutam com bastões e cadeiras” e uma manchete que diz tudo:
“Final do campeonato estadual entre Fortaleza e Ceará irrompe em violência no Castelão, estádio em sede da Copa do Mundo”. No texto, o jornalista inglês destaca que “o clímax dos campeonatos estaduais do Brasil foi marcada por uma confusão generalizada em um das sedes da Copa do Mundo 2014, no Nordeste, após a final entre os rivais Ceará e Fortaleza. Foi uma festa que se transformou em um ato de barbárie.”
Atlantic City News (EUA):
“A mídia local informou que depois do jogo, torcedores de Fortaleza e Ceará invadiram o campo, provocando um confronto jogando as cadeiras do estádio. Jornalistas foram atacados e roubados, além de sofrerem com o efeito do gás lacrimogêneo.”
Na Inglaterra, um site especializado em ações de Hooligans, registrou o confronto com 14 fotos e dois vídeos, com a chamada “Tumulto no Brasil após jogo no Ceará”.
As agências e agregadores de notícias dos EUA (Yahoo; LNN), Rússia (Russia News Net), Argentina (Argentina News; Argentina Star); Austrália (Big News Network), Inglaterra (WN), Índia (News Wala; ZeeNews; Business Stardard), China (China.org.cn; Global Post; Shangai Daily; Chennaionline), que noticiaram a mesma manchete
“Violência arruina o futebol brasileiro”, no texto, reproduz que “a polícia brasileira usou gás lacrimogêneo e granadas para dominar os torcedores durante o tumulto na Arena Castelão após o Fortaleza vencer o Ceará por 4-3, no placar agregado.”
Curta e compartilhe:
1k