Reajuste da gasolina tem alta maior que a prevista. Preços podem aumentar

A gasolina está mais cara nos postos de combustíveis no Ceará e já alcança R$ 3,39. Na comparação com a semana passada, o aumento percentual fica entre 6,26% e 10,42%, superando a expectativa de 6% do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Ceará (Sindipostos). Os preços ainda podem aumentar à medida que os postos forem adquirindo combustível com valor mais alto.
Desde o último domingo, 1º, os consumidores começaram a pagar R$ 0,22 a mais por litro da gasolina e R$ 0,15 para o de diesel, referente ao aumento dos tributos Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins). O preço vai sendo reajustado de acordo com a compra de novos estoques de combustíveis, de acordo com o Sindipostos.
Os preços subiram para uma média de R$ 3,12 a R$ 3,39, de acordo com pesquisa realizada  nos postos de combustível. Na semana passada, a média era de R$ 3,07 a R$ 3,19, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). 
Inflação
A Petrobras não foi capaz de segurar o reajuste, como o Governo disse que seria. “A Petrobras não tem condição de segurar nada. Está sem caixa”. Monteiro explicou ainda que embora o barril esteja a US$ 50 no mercado internacional, a Petrobras precisa recompor o caixa.
O aumento nos combustíveis se dá em duas fases. Nessa primeira, que começou no último domingo, a alta foi em PIS/Cofins. Em maio, a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) passará a incidir. Mas não deve haver novo impacto nos preços, já que haverá revisão para baixo em PIS/Cofins. Isso acontece porque a Cide precisa de 90 dias, a contar da publicação da medida, para entrar em vigor.

Com Informações do Jornal O Povo

Curta e compartilhe:
1k