Santa Sé | Alguns têm pena de animais e esquecem do vizinho, diz papa Francisco

O Papa Francisco lamentou neste sábado (14) que haja gente que sinta compaixão pelos animais, mas depois mostre indiferença perante as dificuldades de um vizinho, ao refletir sobre o conceito de “piedade” durante a Audiência Geral realizada na Praça de São Pedro.
Perante uma incessante chuva, Francisco oficiou hoje diante de dezenas de milhares de pessoas uma das chamadas audiências jubilares, que são realizadas um sábado de cada mês durante o Jubileu, e alertou que não se deve confundir a piedade com a comiseração hipócrita.
“Hoje precisamos estar atentos e não confundir a piedade com a comiseração, que consiste só em uma emoção superficial, que não se preocupa com o outro”, explicou.
“Quantas vezes vemos gente que cuida de gatos e de cachorros e depois deixa sem ajuda o vizinho ou vizinha que passa fome?”.
“Não se pode entender a compaixão com os animais, enquanto fica indiferente perante o sofrimento do próximo”, acrescentou.
O pontífice argentino explicou aos fiéis que para Jesus “sentir piedade” é “compartilhar a tristeza de quem encontra, mas ao mesmo tempo agir em primeira pessoa para transformá-la em alegria”.
Francisco pediu então “que seja cultivada a piedade deixando de lado a indiferença que nos impede de reconhecer o sofrimento dos irmãos que nos rodeiam e nos libertar da escravidão do bem-estar material”.
Com Informações do Portal Terra
Curta e compartilhe:
1k