Secretaria Nacional da Cultura será criada e mulher deve assumir

Adriana Rattes deverá assumir a pasta
Após o novo governo ser bastante criticado pela ausência de mulheres no primeiro escalão, o presidente em exercício Michel Temer (PMDB) resolveu criar uma Secretaria Nacional de Cultura. A pasta será ligada à Presidência da República e deve ser ocupada por um nome feminino. Uma das cotadas para assumir é a ex-secretária de Cultura do Estado do Rio de Janeiro ligada ao PMDB fluminense, Adriana Rattes.

O Ministério da Cultura (MinC) foi extinto nesta quinta-feira, 14, para fazer parte do Ministério da Educação, que será comandada pelo ministro Mendonça Filho. As mudanças também foram criticadas.
O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, explicou que Secretaria Nacional de Cultura não terá status de Ministério, mas terá ligação direta com a Presidência. O ator Stepan Nercessian foi cotado inicialmente para assumir a pasta, mas as críticas sobre ausência feminina no governo fizeram Temer recuar.
Com Informações do Jornal O Povo
Curta e compartilhe:
1k