Unicef e Palavra Cantada fazem homenagem a crianças e adolescentes mortos em 2017

Unicef e a dupla musical Palavra Cantada divulgaram homenagem aos meninos e meninas mortos em 2017. No Brasil, 10.290 crianças e adolescentes são assassinadospor ano, ressalta o vídeo. “Até o fim deste dia, mais 28 crianças e adolescentes serão mortos em nosso país”, alerta a homenagem.

Fortaleza é a capital do Brasil com o maior Índice de Homicídios na Adolescência (IHA), segundo dados do Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

De acordo com o estudo do IHA, 43 mil adolescentes devem morrer no Brasil de 2015 a 2021 se as condições atuais forem mantidas. Em 2014, 3,65 de cada mil adolescentes que completam 12 anos morrem vítimas de homicídio antes de chegar aos 19 anos nos 300 municípios com mais de 100 mil habitantes do país.

Em Fortaleza, esse índice é de 10,94 para cada mil jovens. Antes em terceiro lugar no ranking, agora o Ceará figura no topo da lista entre os estados, com o IHA de 8,71.

O Índice de Homicídios na Adolescência é uma iniciativa do Unicef e do Ministério dos Direitos Humanos em parceria com o Observatório de Favelas e o Laboratório de Análise da Violência da UERJ. O grupo mapeia, desde 2007, a mortalidade por homicídio na adolescência na faixa dos 12 aos 18 anos.

O IHA alerta sobre a situação do Nordeste, onde o número de mortes é substancialmente mais elevado do que o restante do país, com 6,5 assassinatos de adolescentes a cada mil, enquanto no Sul o índice é de 2,3.

 

Curta e compartilhe:
1k

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta