15 pessoas são presas no Ceará por crimes eleitorais

Conforme  o delegado geral da Polícia Civil, Marcus Vinícius Sabóia Rattacaso, os crimes eleitorais dos suspeitos vão de compra de votos, transporte irregular de eleitores e boca de urna. Para ele, o balanço da Operação Eleições 2020 foi positivo, havendo um planejamento prévio que corroborou com o resultado apresentado.

“A Polícia Civil conseguiu desenvolver várias operações antes das eleições, em prisões importantes que poderiam impactar no dia do pleito, ou de forma violenta ligado à segurança pública ou na interferência direta na consciência das pessoas para exercer o seu direito democrático de escolha dos seus candidatos”, afirmou o delegado geral.

De acordo com o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Sandro Caron, 9.000 policiais militares e 759 policiais civis participaram da Operação Eleições 2020 em todos os 184 municípios cearenses. O trabalho teve início no dia 5 de novembro com o deslocamento da Polícia Militar para todas as cidades. PMs chegaram a fazer testes para Covid-19.

Deixe uma resposta