A Santa Casa de Sobral encontra-se impossibilitada de pagar os salários dos 2115 empregados celetistas, bem como de remunerar os demais colaboradores e fornecedores da entidade.

Isso é resultado da retenção de valores que cabem a este hospital por parte da Secretaria de Saúde de Sobral. Esta é uma conduta ilegal e arbitrária e tal situação foi denunciada ao Poder Judiciário para as medidas legais cabíveis.

Desde o dia 26 de junho de 2020 (quase cinco meses), a Santa Casa vem enviando diversos ofícios à Secretaria de Saúde de Sobral requerendo amigavelmente que este órgão efetive os pagamentos cabíveis a esta unidade de saúde, sem que a Secretaria de Saúde sequer apresente respostas aos ofícios enviados, demonstrando extremo descaso e desrespeito. Registre-se que esta instituição realizou diversas tentativas de conciliação, buscando tratativas, por meio de inúmeras ligações, bem como pelo esforço hercúleo para o agendamento de reuniões, contudo sem sucesso.

Atualmente, a Secretaria de Saúde de Sobral deve à Santa Casa de Misericórdia de Sobral o valor de R$7.109.526,82 (sete milhões, cento e nove mil, quinhentos e vinte e seis reais e oitenta e dois centavos) e ao Hospital do Coração o valor de R$1.956.291,51 (um milhão, novecentos e cinquenta e seis mil, duzentos e noventa e um reais e cinquenta e um centavos), conforme se verifica pela planilha abaixo. A dívida total alcança R$9.065.818,33 (nove milhões, sessenta e cinco mil, oitocentos e dezoito reais e trinta e três centavos).

tabela nota

 

Não há qualquer vinculação política por parte dos gestores deste hospital, que não intervêm de forma alguma na escolha política de seus colaboradores. O voto é livre e secreto! O que esta instituição busca é apenas o que é justo: o pagamento que lhe cabe.

*Via Ascom  Santa Casa de Misericórdia de Sobral 

Deixe uma resposta