Animais atolados na lama são executados a tiros em Brumadinho

Helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PRF) sobrevoava Brumadinho, em Minas Gerais, na manhã dessa segunda-feira, 29, para sacrificar os animais ainda presos na lama com tiros. A Cidade ficou destruída depois da ruptura de uma barragem de rejeitos na sexta-feira, 25. Pelo menos um bovino e um equino sofreram eutanásia ao serem alvejados, de acordo com Conselho Regional Medicina Veterinária de Minas Gerais (CRMV-MG). A informação é do portal da revista Veja.

Segundo o presidente do CRMV-MG, Bruno Divino, o método é autorizado pelo guia de eutanásia. Ele explica que não havia segurança para que agentes fossem ao encontro dos animais para aplicar o anestésico. A visita aos locais atingidos pela lama está acontecendo mediante autorização dos agentes de segurança. 

A PRF afirmou que a ação acontece de acordo com os protocolos de segurança e está sob coordenação de uma veterinária integrante do Conselho de Veterinária de Minas Gerais. Equipes de operação de resgate supervisionam a eutanásia.

Ativista dos direitos dos animais, Luísa Mell postou em seu perfil do Instagram um vídeo no qual mostra descontentamento com o método. “Os animais estão pagando pelo crime da Vale!”, diz. Ela está em Brumadinho para ajudar a equipe de veterinários voluntários da Cidade.  

Redação O POVO Online

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta