Após greve, estudantes terão aulas nas férias e aos sábados

Os sábados de descanso, bem como as férias escolares de dezembro dos estudantes da rede estadual, devem ser afetados pelo novo calendário escolar, após o fim da greve dos professores, que durou 107 dias. As informações são do secretário de Educação do Estado, Idilvan Alencar. As medidas servem para que sejam cumpridas, em 200 dias, 800h/aula.
Mesmo com a reposição, o Conselho Estadual de Educação (CEE) avalia que o ano letivo de 2016 se estenderá até os primeiros meses de 2017, caso só o sábado seja utilizado. As unidades serão acompanhadas na Capital e no Interior pela Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc). De acordo com a realidade de cada escola, também haverá aulas no contraturno.
“A Seduc já assumiu o compromisso de abastecer e até repassar um complemento alimentar”, declarou Ana Nogueira. As visitas às unidades devem ocorrer até a próxima semana. O CEE informou que o Ministério Público Estadual (MPE) realizou, durante o processo de greve, uma audiência pública com os profissionais da educação e alunos para situar que escolas do Estado estão com maiores prejuízos.
Com informações CEE

- Advertisement -

Deixe uma resposta