Aquiraz é o centro das festas do Dia do Ceará

Clique para Ampliar

JOSÉ LEOMAR
Museu Sacro de Aquiraz contará com exposição de artes plásticas

Primeira capital do Estado, a cidade será, hoje, principal polo da programação cultural alusiva à data

Construir uma memória do Estado. Esse é o principal objetivo das festividades que acontecem, hoje, alusivas ao Dia do Ceará. As principais atividades acontecem em Aquiraz, na Região Metropolitana.

O titular da Secretaria de Cultura do Ceará (Secult), Francisco Pinheiro, abrirá as comemorações, ao lado do prefeito de Aquiraz, Edson Sá, e representantes da Assembleia Legislativa.
A escolha por Aquiraz, como centro das celebrações, decorreu do fato de ter sido a primeira capital do Estado, designada pela Coroa Portuguesa, de Vila de São José de Ribamar.
“Nosso objetivo é fortalecer essa memória, fazendo com que, a cada ano, se amplie a consciência e o conhecimento de nossa história”, afirmou Pinheiro.


Calendário

O Dia do Ceará, 17 de janeiro, faz parte do calendário oficial de eventos do Estado. A data comemorativa é referente ao dia em que o Ceará ganhou autonomia da Capitania de Pernambuco em 1799, tornando-o administrativamente independente.
Segundo a Secult, o valor simbólico do Dia do Ceará faz com que seja comemorado pelo Governo do Estado com diversas manifestações culturais, não apenas em Aquiraz como em todas as Casas de Cultura do Estado, mantidas pela Secult.
Em Fortaleza, haverá programação no Teatro José de Alencar, no Sobrado José Lourenço, localizado na Rua Major Facundo, no Museu do Ceará, na Rua São Paulo – todos esses os equipamentos localizados no Centro -, no Centro Cultural Dragão do Mar, na Praia de Iracema, e ainda no Museu da Imagem e do Som, na Avenida Barão de Studart, na Aldeota.
Em Aquiraz, o secretário de Cultura lembrou que há uma parceria com a administração Municipal, no sentido de oferecer uma logística para os deslocamentos de pessoas fora do Município, a fim de participar das comemorações naquela localidade, inclusive com a oferta de transporte coletivo.
“É difícil conceber a dimensão do público, mas se trata de um evento em construção e que cada vez mais aumenta a participação popular”, afirmou o secretário de Cultura.
Pinheiro lembra que a instituição da data foi criada por decreto, pelo então governador Lúcio Alcântara e, ao longo do tempo, tem em Aquiraz o principal foco das atividades culturais.
Fonte: DN