Atleta trans vence mundial de levantamento de peso na categoria feminina e gera polêmica

A competição de levantamento de peso do Canadá tem um novo recorde. No dia 13 de agosto, Anne Andres, homem de nascimento, levantou 387 quilos, 200 quilos a mais que a segunda colocada, vencendo a competição feminina.

Logo após a competição, as redes sociais foram tomadas de críticas à participação de Anna. Outras levantadoras de peso também se manifestaram contra a decisão dos organizadores do evento.

Para April Hutchinson, levantadora de peso da Canadian Powerlifting Union: “Meu namorado poderia basicamente entrar amanhã, identificar-se como mulher, competir e, no dia seguinte, voltar a ser homem. Nenhuma prova, nenhuma identificação necessária, basicamente falando sobre como você se sente naquele dia ou qualquer gênero que você queira. É completamente injusto. São corpos que praticam esportes, não identidades. Lembre-se, corpos são biologia, não identidades que praticam esportes”, disse em entrevista a Talk TV.

Hutchinson tem encabeçado um movimento de mulheres levantadoras de peso para proibir que transexuais participem de eventos femininos. Segundo ela, diversas levantadoras estão aderindo ao movimento.

Fonte: Brasil Paralelo

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.