Auditoria constata sumiço de aparelhos no Hospital Regional de Sobral

Uma auditoria do Ministério da Saúde no Hospital de Sobral, constatou a inexistência de aparelhos comprados pelo Governo do Estado avaliados em cerca de R$ 1 milhão. A auditoria foi solicitada pelo Ministério Público Federal no Ceará. Segundo o procurador da República Oscar Costa Filho, foram comprados R$ 25 milhões em equipamentos, parte deles está sem uso e vários sequer foram encontrados. 
Oscar Costa Filho, que acompanhou a vistoria em maio, informou que técnicos do ministério não localizaram 13 ventiladores pulmonares, dois aparelhos de raio-x, um equipamento de anestesia e outro, de auxílio a cirurgias. “Os equipamentos que conseguimos identificar, todos estavam jogados dentro de um almoxarifado do hospital. Totalmente sem uso e sem previsão para funcionar. Ou seja, o governo do Estado comprou os equipamentos e por irresponsabilidade não está colocando para serem usufruídos pela população”, disse.
Para ele, o Hospital Regional Norte (HRN) foi inaugurado sem ter condições plenas de funcionar. “Estamos apurando o caso e vamos descobrir porque esse R$ 1 milhão não foi usado. O Ministério da Saúde já soube do problema e pediu o ressarcimento do dinheiro ao governo do Estado. 
Secretaria
A Secretaria da Saúde do Estado informou que o titular da pasta, Ciro Gomes, vai vistoriar o hospital neste sábado acompanhado por representantes do Ministério da Saúde e verificar todos os equipamentos.
A secretaria diz que equipamentos do Hospital Regional Norte foram adquiridos com recursos do Fundo Nacional de Saúde e do Tesouro do Estado.
”Os equipamentos, na totalidade, estão dentro do hospital. Estão em uso, com exceção do estoque reserva, estratégia de planejamento para evitar descontinuidade de algum serviço diante da necessidade de substituições, e da área de obstetrícia do Centro de Apoio à Saúde Reprodutiva da Mulher”, diz a nota da secretaria.
Jonas Deison (Sobral Online) com informações do G1

- Advertisement -

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.