Brasileiro entrega papamóvel elétrico para Bento XVI

O papa Bento XVI recebeu nesta quinta-feira (6) um papamóvel elétrico. O modelo foi doado pela Renault
e entregue pelo brasileiro Carlos Ghosn, presidente do grupo
Renault-Nissan. Segundo a montadora, o veículo foi feito sob medida com
base no Kangoo Maxi e tem um motor elétrico de 44 kilowatts. A bateria
de lítio-íon permite que o carro percorra até 170 km sem recarga.
papamóvel elétrico renault (Foto: Osservatore Romano/Reuters)
Brasileiro Carlos Ghosn entrega o papamóvel elétrico a Bento XVI (Foto: Osservatore Romano/Reuters)
“É uma versão ecológica do papamóvel, de desenvolvimento sustentável”,
afirmou a Renault. A montadora também apresentou um segundo veículo
elétrico para uso pelo Corpo da Gendarmaria do Vaticano para a segurança
do papa, semelhante ao primeiro, mas em azul e com listra branca e
amarela de cada lado. Os carros foram desenvolvidos com a fabricante de
carrocerias francesa Gruau, informou a Renault.

O papa também costuma utilizar um papamóvel com motor convencional
baseado no M-Class da Mercedes-Benz, com janelas à prova de balas.

Fonte: G1