Camilo culpa governo federal pela demora da transposição do rio São Francisco

O governador Camilo Santana (PT) responsabilizou o governo federal pela demora das obras de transposição do Rio São Francisco, uma das principais esperanças do Ceará para o combate do colapso hídrico. As declarações foram dadas durante entrevista coletiva no Palácio da Abolição, na tarde desta segunda-feira, 7.

“A obra que vai nos dar segurança e garantir [o abastecimento] caso não chova aqui no Ceará. De onde é que a gente vai trazer água?”, questionou. O chefe do executivo estadual teme colapso hídrico que afetaria 4 milhões de pessoas na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

“O responsável será o governo federal que não está escutando o governador e seus representantes, não está escutando a urgência dessa obra ser concluída”, disse Camilo.

Segundo ele, o governo do Estado já gastou R$ 70 milhões em ações para evitar desabastecimento na RMF. “O esforço que o Ceará tem feito sem receber um centavo do governo federal […]. Só adutora para usar água do Maranguapinho foram quase R$ 2 milhões. Estou fazendo 42 poços para evitar que a gente use a água do Castanhão”, citou.

”Já pedi audiência com o presidente Michel Temer novamente, já oficializei esse momento crítico do Ceará”, frisa.

Com Informações do O Povo

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta