Chuva prevalece na faixa litorânea da Zona Norte do Estado

tabA Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou chuva em 36 municípios entre as 7 horas dessa segunda-feira, 3, e 7 horas desta terça-feira, 4. As precipitações concentraram-se na área Norte do Estado, beneficiando a faixa litorânea. As cinco maiores precipitações ocorreram em Meruoca (56mm), Ipueiras (35.8mm), Itapipoca (28.6mm), Fortaleza e São Gonçalo do Amarante, ambas, com 27mm.

Para hoje, a Funceme prevê tempo com nebulosidade variável com chuva no Centro-Norte do Estado. No sul, há possibilidade de chuva isolada. Para amanhã, quinta-feira, no decorrer do dia, nebulosidade variável com possibilidade de chuva na faixa litorânea e na Serra da Ibiapaba. Nas demais regiões, céu parcialmente nublado.

A Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) está mais afastada do Ceará e próxima ao Norte do Nordeste. Por isso houve redução na quantidade de chuvas ontem, segundo o meteorologista da Funceme, Raul Fritz.

A região Centro-Norte permanece mais favorável para a ocorrência de chuvas em relação ao Sul do Estado. “As chuvas vão continuar de forma localizada e de intensidade pluviométrica variada”, observa Fritz. “Essa é uma característica do Semiárido”. Na cidade de Granja, na Zona Norte, por exemplo, houve cheia de uma lagoa e inundação de casas em seu entorno, desalojando dezenas de moradores.

A Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) registrou ontem aporte de 17,2 milhões de metros cúbicos em 72 açudes de um total de 153 monitorados pelo órgão.

O volume médio atual nos 153 reservatórios é de 11,2%. É um nível muito baixo, e preocupante, pois no mês de abril as chuvas são mais reduzidas do que em março, segundo dados históricos da Funceme. Em maio próximo, deve chover ainda menos. Isso significa que durante a atual quadra invernosa não haverá aportes significativos nos principais açudes que abastecem os maiores centros urbanos. (HB).