Cid Gomes visita Hospital do Sertão Central no domingo, dia 28

O governador Cid Gomes visita neste domingo, 28 de dezembro, às 10 horas, o Hospital e Maternidade do Sertão Central, localizado na Rodovia CE 060, quilômetro 198 (Estrada do Algodão), em Quixeramobim. O HRSC é o terceiro hospital construído no interior pelo Governo do Estado e está com a obra concluída. O investimento em recursos do Tesouro do Estado e financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) foi de R$ 87.734.485,23. Com 269 leitos, o novo hospital da rede pública estadual atenderá a população de 625.641 habitantes dos municípios da Macrorregião de Saúde do Sertão Central.


O Hospital e Maternidade do Sertão Central tem 30 leitos de UTI. Destes, 20 para adultos e 10 pediátricos. Na neonatalogia são 30 leitos de UTI. São nove salas de cirurgia. Na internação geral, o número total de leitos chega a 141. A exemplo do Hospital Regional Norte, que já funciona em Sobral e atende toda a população da Macrorregião Norte, o Hospital e Maternidade do Sertão Central contará também com um Centro de Atenção à Saúde Sexual e Reprodutiva da Mulher, com cinco salas obstétricas com leitos PPP (pré, parto e pós-parto) para ampliar e qualificar a assistência às mulheres, reduzindo a mortalidade materna.

No total, o hospital terá área construída de 21.558 metros quadrados. O perfil de assistência do novo hospital será terciário, ou seja, fará atendimento a casos de alta complexidade, semelhante aos outros dois hospitais regionais – o Hospital Regional do Cariri, em funcionamento em Juazeiro do Norte desde abril de 2011, com cobertura de 1,5 milhão de habitantes de 55 municípios, e o Hospital Regional Norte, que até novembro deste ano realizaram, juntos, 2.582.768 atendimentos. A escolha de Quixeramobim para sediar o novo hospital foi histórica. Em vez de decidir a localização, o governo lançou o direito de escolha para a região.