Cidadão pode gerar Documento Nacional de Identidade via aplicativo

O projeto-piloto do Documento Nacional de Identidade (DNI) foi lançado na última terça-feira (29), no Salão Nobre do Senado Federal, para servidores, colaboradores e parlamentares do Congresso Nacional. A solenidade de apresentação do documento contou com a presença dos presidentes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, do Senado, Eunício Oliveira, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

O DNI está em fase de testes que têm o objetivo de conferir a estabilidade do processo para sua emissão, fazer verificações na ferramenta e capacitar os servidores dos órgãos públicos para atender, a partir de julho deste ano, o público em geral interessado em obtê-lo.

Em formato digital, novo documento reunirá CPF e título de eleitor.

O documento digital pode ser gerado por meio do aplicativo gratuito DNI, disponível para smartphones e tablets nas plataformas Android e iOS no site www.dni.gov.br.  Após se cadastrar no aplicativo, o cidadão deverá se dirigir a um posto de atendimento para validar o cadastro. O próprio aplicativo mostrará as opções de pontos mais próximos do requerente.

O documento somente poderá ser emitido pelos eleitores que fizeram seu recadastramento biométrico junto à Justiça Eleitoral e tiveram suas impressões digitais inseridas na Base de Dados da Identificação Civil Nacional (BDICN) e submetidas a um batimento feito pelo sistema AFIS (sigla em inglês do Sistema Automático de Identificação de Impressões Digitais).

Esse batimento processa os registros biométricos, realizando a comparação automatizada das digitais, a fim de garantir que o registro do eleitor seja único.

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta