Ciro Gomes admite “sequestrar” Lula para evitar sua prisão

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT), que foi titular da Integração Nacional no primeiro governo de Lula, já avisou que se houver indícios de que seu ex-chefe será preso injustamente, ele irá “sequestrar” o petista e colocá-lo em uma embaixada, onde ficará fora do alcance da Justiça brasileira.

Ciro – que recentemente disse que “será candidato a presidente em 2018 se o Lula não for” – diz que formaria um grupo de defesa do líder do PT. Segundo o ex-ministro, juristas avaliariam quando seria hora de agir para proteger Lula.

“Eu quero me voluntariar para formar um grupo, com juristas nos assessorando, que se a gente entender que o Lula pode ser vítima de uma prisão arbitrária, a gente vai lá e sequestra ele e entrega ele numa embaixada. Isso eu topo fazer”, declarou Ciro Gomes.

Será que vai repetir tal discuso a partir das 23 horas desta quinta-feira, quando for entrevistado ao vivo pelo jornalista Mário Sérgio Conti, no programa Diálogos, da GloboNews? Vamos aguardar.

Com Informações Agências

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta