Clubes cearenses analisam retorno de torcedores para a arquibancada

Mesmo não existindo nem um posicionamento do Governo do Estado sobre o retorno do público nas arquibancadas, alguns times cearenses já começaram a projetar o retorno dos maiores motivadores dos jogadores. Por conta do Coronavíus, a ausência dos torcedores prejudicou o futebol em diversos setores, principalmente a financeira.

Ceará, Fortaleza e Ferroviário, esperam que isso possa ser alterado no próximo mês, com a possibilidade do retorno dos torcedores, todo esse debate foi revelado pelo presidente do Fortaleza, Marcelo Paz em entrevista ao programa “Debate Jogada” na última terça-feira (15), de acordo com ele, existem sim debates sobre este assunto mas nada oficial por parte do Governo do Estado e Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) que são os responsáveis por qualquer decisão sobre a torcida.

“A gente colocou uma previsão de retorno de público a partir de outubro dentro do orçamento. É uma previsão, não é nada embasado em dado ou sinalização do Governo, até porque não é apenas o Governo, é o Governo e a CBF para que possa voltar, mas acho até difícil. Vamos aguardar, vai prevalecer o bom senso, o futebol é importante para o nosso Estado”, afirmou Marcelo.

Já o presidente do Ceará, Robinson de Castro, disse que caso o público retorne a diretoria não conta com o quesito financeiro, “não contamos com isso. Com os públicos iniciais, não vai entrar dinheiro novo no caixa, porque temos os sócios-torcedores. Estamos preparados para ficar sem renda até fevereiro, e estamos rodando tudo. Categorias de base, com Sub-23, Sub-20, Sub-17, futebol feminino também”, ressaltou Robinson, diante do cenário projetado.

O pensamento de liberação também é compartilhado pelo Ferroviário, que está disputando a Terceira Divisão. “Nós somos favoráveis, desde que haja estudo de viabilidade do retorno e com percentual de segurança para os torcedores que frequentam o estádio. Acho razoável e sou favorável à liberação, com distanciamento e segurança”, afirmou Newton Filho, presidente do clube coral.

- Advertisement -

Deixe uma resposta