Com 15 taças contra 9, Argentina amplia diferença de títulos na Copa América em relação ao Brasil

Como a Copa América terminou já é de conhecimento geral, Brasil perdeu o título para a Argentina, seu maior rival, dentro de casa e deixou a alviceleste ampliar a diferença em número de títulos nessa competição.

.

Ranking de títulos da Copa América:
  • Uruguai: 15 títulos – 1916, 1917, 1920, 1923, 1924, 1926, 1935, 1942, 1956, 1959 (edição do Equador), 1967, 1983, 1987, 1995 e 2011
  • Argentina: 15 títulos – 1921, 1925, 1927, 1929, 1937, 1941, 1945, 1946, 1947, 1955, 1957, 1959 (edição da Argentina), 1991, 1993, 2021
  • Brasil: 9 títulos – 1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004, 2007 e 2019
  • Paraguai: 2 títulos – 1953 e 1979
  • Chile:  2 títulos – 2015 e 2016
  • Peru: 2 títulos – 1939 e 1975
  • Colômbia: 1 título – 2001
  • Bolívia: 1 título – 1963

.

Ao longo dos anos, a “desculpa” brasileira era que não dávamos tanta importância para esse torneio, pois nossa disputa sempre foi pela Copa do Mundo e a Copa América não “fedia nem cheirava”. Mas no futebol, quando se fica na fila por um bom tempo, qualquer título é para ser bem comemorado. E vimos isso nessa Copa América realizada no Brasil. Os jogadores passavam a impressão de ter vontade de levantar essa taça.
.
E essa vontade foi multiplicada por a competição ser realizada na nossa casa e a final ser contra os argentinos, o que deu um tempero ainda maior para a decisão. No fim, Messi e companhia foram superiores e tiraram a Argentina de uma fila de 28 anos sem títulos.
.
Após o título argentino, o Obelisco (monumento histórico situado em uma praça na Argentina) presenciou um verdadeiro carnaval de comemorações, que nem a pandemia da Covid-19 foi capaz de atrapalhar. Algo que, sem medo de errar, falo: não veríamos nem metade desse festejar, se nossa amarelinha tivesse saído com o título. Talvez, no final de tudo, eles quiseram mais do que nós em campo, e a dúvida só fica aí, porque em relação a importância, não tenho dúvida que eles estavam dando muito mais.
.
Informações: A Voz de Santa Quitéria

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.