Com doses retidas, 13 cidades do Ceará ainda não atingiram meta de vacinação

O Ceará ainda tem 13 municípios que ainda não atingiram a meta de vacinação contra Covid-19 no Estado, de acordo com a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). A pasta cumpriu, na última quinta-feira, 1º de abril, a decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5), de reter novas primeiras doses de vacina contra a Covid-19, para municípios cearenses que não atingiram a meta de aplicação das doses referentes a lotes anteriores.

Das 37 cidades informadas anteriormente, 13 não atingiram a marca estabelecida de 85% de vacinação das doses distribuídas e continuam sem receber novas unidades. Os outros 24 municípios, que estavam com doses retidas, conseguiram alcançar a meta. Dessa forma, a Sesa liberou o recebimento das vacinas através da Área Descentralizada de Saúde (ADS) de cada região.

Entre as cidades que continuam sem receber as novas doses estão: Araripe, Morrinhos, Pedra Branca e Trairi. Já Caucaia, Aquiraz, Juazeiro do Norte e Jijoca de Jericoacoara passam a receber novas doses.

Os 24 municípios que estão permitidos de receber novas unidades de imunizantes são:

Aquiraz
Itaitinga
Apuiarés
Caucaia
Acarape
Guaiúba
Maracanaú
Amontada
Itapipoca
Umirim
Solonópole
Catunda
Massapê
Santana do Acaraú
Senador Sá
Juazeiro do Norte
Cascavel
Horizonte
Pacajus
Cruz
Jijoca de Jericoacoara
Novo Oriente
Barro
Antonina do Norte

Com base no relatório desta segunda-feira (05), 13 municípios seguem com doses retidas. São eles:

1. Altaneira
2. Araripe
3. Coreaú
4. Iracema
5. Morrinhos
6. Parambu
7. Pedra Branca
8. Potengi
9. Quiterianópolis
10. Salitre
11. Tarrafas
12. Trairi
13. Tururu

À medida que os listados municípios alcancem a meta estabelecida pelo TRF-5, receberão as doses retidas por decisão da Justiça. Qualquer inconsistência nos dados deve ser solicitada correção pelas vigilâncias municipais junto à Célula de Imunização da Sesa (CEMUN). A Secretária da Saúde reforçou, ainda, que a meta estipulada não se trata de meta populacional, e sim do desempenho e velocidade em relação à entrega e a aplicação.

Informações O Povo

Deixe uma resposta