Criança recebe microfone de Bolsonaro e diz: “Quero ver o Felipe Neto na prisão”; youtuber lamenta

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) finalizou sua homenagem dos motociclistas do Distrito Federal, no Dia das Mães, na manhã deste domingo, 9, envolvido em polêmica. Ao final do evento, um dos apoiadores do presidente, o deputado Hélio Lopes (PSL-RJ), segurou uma criança no colo e colocou-a ao microfone, ambos sem máscaras. A criança elogiou o mandatário e disse que desejava que o youtuber Felipe Neto fosse preso.

“Gente, o Bolsonaro tá fazendo de tudo pro coronavírus acabar logo. Começo, meio e fim. É isso que o meu pai sempre fala: começo, meio e fim. Coronavírus vai embora. E eu quero ver o Felipe Neto na prisão”, afirmou a criança aos apoiadores do presidente, presentes em aglomerações. 

Quando a garota terminou de falar, o presidente da República retomou o microfone, se despediu da multidão e passou a cumprimentar mais pessoas enquanto caminhava até o portão do Alvorada. O deputado envolvido na ação não comentou o caso nas suas redes sociais. Porém, um vídeo que registrou o momento foi compartilhado pelo deputado bolsonarista Carlos Jordy (PSL). Na publicação, o parlamentar disse esperar que “todas crianças tenham a mesma educação e discernimento” da menina em questão.

Felipe Neto é adversário de Bolsonaro e constante crítico das ações do governo federal. Na manhã desta segunda-feira, 10, o youtuber respondeu. “Uma criança, que não tem culpa de nada, grita que quer me ver preso. A turba responde aos berros de felicidade, enquanto o Presidente da República gargalha. Foi nisso que transformaram o nosso país”, disse o influenciador digital.

Não é a primeira vez que o presidente e representantes bolsonaristas manifestam ataques ao youtuber. Em março, a Polícia Civil intimou Neto a depor com base na Lei de Segurança Nacional. Segundo ele, a acusação diz respeito à ocasião em que ele chamou o presidente de “genocida” pela atuação na pandemia. Na ocasião, o influenciador publicou uma foto do mandado de intimação em sua conta no Twitter.

Fonte: OPovo

Deixe uma resposta