Destaque para o Ceará: pesquisadores da Unifor produzem medicamento de combate ao câncer

Pesquisa desenvolvida na Universidade de Fortaleza, da Fundação Edson Queiroz, identificou alta concentração do anticorpo monoclonal anti-VEGF produzido em plataforma animal, especificamente no leite de caprinos geneticamente modificados e desenvolvidos na própria Universidade.

O estudo é coordenado pelos pesquisadores do Núcleo de Biologia Experimental (Nubex), Kaio Tavares, Leonardo Tondello e Saul Gaudêncio. Tondello destaca que uma cabra transgênica produz diariamente anti-VEGF suficiente para o tratamento de até 60 pacientes de câncer. O pesquisador aponta que, no Brasil, um frasco contendo 400 mg do biofármaco custa até R$ 7 mil. Os caprinos estão produzindo em média 3,8 gramas do anticorpo por litro de leite, o que corresponde a 9,5 frascos / litro de leite.

Dessa forma, a produção do medicamento surge como uma nova alternativa para o tratamento da doença, já que a vaibilização do medicamento no leite caprino é consideravelmente mais barata em comparação a outras plataformas de produção.

Com mais de 200 milhões de habitantes, o Brasil possui o sétimo maior mercado farmacêutico do mundo, segundo levantamento feito em 2018 pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF). Ainda assim, o país é altamente dependente da importação de insumos e tecnologia no setor. Ao todo, mais de 90% dos medicamentos acabados e princípios ativos são trazidos de fora. O anticorpo anti-VEGF, por exemplo, utilizado para o tratamento de diversos tipos de câncer (pulmão, ovários e cólon), é totalmente importado.

Cerca de 463 milhões de adultos vivem com diabetes no mundo, e o Brasil é o quinto país com o maior número de pessoas com a doença. Conhecido por ser silencioso, o diabetes é uma doença metabólica que tem como principal característica o excesso de glicose no sangue.

Esse açúcar acumulado aumenta o risco de problemas cardíacos, sexuais e renais. É preciso cuidado e tratamento. No mês de prevenção do diabetes, uma palestra virtual será feita com o intuito de alertar a população sobre os riscos da doença. O evento gratuito, às 19h de hoje, será transmitido no YouTube do Emílio Ribas.

O Banco do Nordeste (BNB) realiza hoje (25/11) uma live para apresentar oportunidades abertas pelo Fundo Anjo, estruturado pelo BNDES e gerido pela Domo Invest, com foco para startups, micros e pequenas empresas de perfil inovador e alto potencial de crescimento. A instituição atua no desenvolvimento da região Nordeste auxiliando também nos pequenos negócios. O banco tem um papel social de distribuição de renda na região. O evento vai ser transmitido no canal do BNB no YouTube, às 15h.

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta