Elmano liga para ministro da Justiça e cogita apoio federal após mortes no Ceará

Até o momento, governo confirma dez mortes em Fortaleza e Região Metropolitana das 21h24min do sábado às 2h26min de domingo

O governador do Ceará, Elmano de Freitas (PT), ligou para Ricardo Lewandowisk, ministro da Justiça, após a onda de mortes da última noite no Estado. Ele ainda frisou que, se necessário, não hesitará “em solicitar reforço de apoio federal.”

Até o momento, o próprio governo confirma dez mortes em Fortaleza e Região Metropolitana das 21h24min do sexta às 2h26min de sábado.

Diante da situação, Elmano frisa que as ações e operações policiais serão ainda mais intensificadas, e que “todos esses criminosos serão identificados e presos.”

Confira o pronunciamento completo do governador

Cearenses, acompanhei com imensa indignação ações de criminosos contra nossa população nas últimas horas. Dessa vez, atacando de forma covarde algumas pessoas inocentes.

Isso ocorre na sequência da intensificação das operações de combate ao crime que temos realizado e do anúncio de novas e mais duras medidas de enfrentamento às organizações criminosas, juntamente com a Justiça e o Ministério Público.

Ao tempo em que me solidarizo com as famílias dessas vítimas, com o sofrimento pelo qual passam neste momento, afirmo que esses ataques não intimidarão as forças de segurança do Ceará e as nossas Instituições.

Pelo contrário, as ações e operações policiais serão ainda mais intensificadas, e todos esses criminosos serão identificados e presos.

Se necessário, não hesitarei em solicitar reforço de apoio federal nessa missão. Inclusive liguei há pouco para o ministro da Justiça, Ricardo Lewandowisk, relatando a situação.

Os cearenses podem ter certeza de que não descansaremos nesse combate ao crime organizado.

Lamentamos muito as perdas ocorridas, mas não nos abalaremos jamais nesse enfrentamento.

Estaremos cada vez mais fortes e unidos nessa luta.

Fonte: O Povo Online

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.