Em quatro dias, Operação Ethos resulta nas capturas de 20 suspeitos de crimes em Sobral

Ao todo, 19 suspeitos que estavam com mandados de prisão em aberto foram capturados, além de um adolescente apreendido em flagrante

Em continuidade aos trabalhos ostensivos e investigativos na Região Norte do Estado, a Operação Ethos, deflagrada pela Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), já resultou nas capturas de 20 pessoas suspeitas de crimes. A operação iniciou na última quinta-feira (13), na cidade de Sobral, e segue até o final do mês de junho. Somente em quatro dias, 19 suspeitos foram presos por força de mandados de prisão e um adolescente foi apreendido em flagrante.

Ainda na quinta-feira (13) – após o primeiro balanço da operação divulgado pela SSPDS -, foram presos outros dois suspeitos. Sendo um dos alvos capturados no bairro Jangurussu, que estava com um mandado de prisão em aberto por roubo, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de menores. No primeiro dia da Operação Ethos em Sobral, as equipes realizaram o cumprimento de 12 mandados de prisão contra 10 suspeitos de crimes na Região.

Na sexta-feira (14), outros dois alvos foram capturados e tiveram os mandados de prisão cumpridos em seu desfavor. Nesse sábado (15), as equipes capturaram mais seis alvos, dentre eles um adolescente, de 17 anos, apreendido em flagrante por ato infracional análogo ao crime de roubo, no bairro Sinhá Sabóia.

Já neste domingo (16), outros dois alvos da Operação Ethos foram capturados. Contra eles foram cumpridos mandados de prisão por crimes de roubo, porte ilegal de arma de fogo e estupro de vulnerável. Ao todo, 21 mandados de prisão foram cumpridos pelas equipes.

Dentre os suspeitos capturados com os trabalhos ostensivos das equipes, estão um homem, de 28 anos, que já possui antecedentes criminais por roubo, associação criminosa, corrupção de menores, tráfico ilícito de drogas e associação para o tráfico, e outro indivíduo, de 35 anos, com passagens por posse e porte ilegal de arma de fogo, crime de violência domestica, resistência e lesão corporal.

Os trabalhos operacionais são coordenados pela Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol) da SSPDS, e contam com a participação de profissionais das Delegacias Regional e Municipal de Sobral, da Delegacia Municipal de Independência, da Delegacia Metropolitana de Horizonte, e do Núcleo Operacional do Departamento de Polícia Judiciário do Interior Norte (DPJI Norte) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE); do Comando Tático Rural (Cotar), do Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), da Força Tática (FT), do Comando da Polícia Militar para Prevenção e Apoio às Comunidades (Copac), do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA) e do Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE) da Polícia Militar do Ceará; do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE); além do apoio de equipes da Prefeitura Municipal de Sobral.

Fonte: SSPDS

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.