França bate recorde de casos de Covid-19 e estende toque de recolher

Nesta quinta-feira (22), a França registrou 41 662 novas notificações de infecção pela Covid-19 em um dia. O número recorde, que faz com que o país chegue a um total de quase um milhão de casos desde o início da pandemia do novo coronavírus, chamou atenção das autoridades, que decidiram decretar um toque de recolher em mais 38 locais do país, válido a partir de sábado (24). Em pronunciamento, o primeiro-ministro francês, Jean Castex, afirmou que “a situação é séria” e que as próximas semanas serão difíceis, com os serviços hospitalares sendo “submetidos a um duro teste”. Ele também alertou para o aumento no número de mortes: foram 34 210 no total, sendo 165 nas últimas 24 horas.

O toque de recolher, que já havia sido implementado no dia 17 de outubro em algumas partes da França, incluindo a capital parisiense, proíbe as pessoas de saírem de casa entre às 21h e às 6h. A exceção são os indivíduos que tiverem realmente necessidade de sair por motivos de saúde ou trabalho, por exemplo. Pelo menos quatro mil multas foram aplicadas pela não obediência à regra. Castex ressaltou que a medida é preventiva e poderá se tornar mais rigorosa caso os resultados sejam positivos para a saúde pública.

O ministro da Saúde da França, Olivier Veran, acrescentou que, apesar do vírus não estar circulando tão rapidamente como aconteceu durante a primavera europeia, entre março e junho, a velocidade das infecções continua sendo alarmante. Em agosto, o país possuía cerca de dez casos da Covid-19 para cada 100 mil habitantes. Agora, são pelo menos 251. “Sem nenhuma nova medida, em 15 dias serão mais de 50 mil casos por dia”, ele exemplificou.

*Com informações da EFE

- Advertisement -

Deixe uma resposta