General Ramos confirma demissão da Casa Civil: ‘fui atropelado por um trem, mas passo bem’

O general Luiz Eduardo Ramos, atual ministro da Casa Civil do governo Bolsonaro, deve deixar o cargo. A confirmação foi dada por ele à colunista do Estadão Eliane Cantanhêde, que acrescentou ter visto a demissão como uma surpresa.

“Eu não sabia, estou em choque. Fui atropelado por um trem, mas passo bem”, disse à publicação. Segundo Ramos, mesmo após passar tempo ao lado do presidente no Palácio do Planalto nos últimos dias, nada havia sido mencionado sobre a substituição.

Além disso, Ramos afirmou que o nome do senador Ciro Nogueira (PP-PI) é, de fato, o mais indicado para o cargo de ministro-chefe da Casa Civil. Ele disse não saber se irá para a Secretaria-Geral da Presidência.

CHANCE NO GOVERNO

Em resposta à Cantanhêde, Ramos falou novamente sobre a disposição para continuar no governo. “O presidente é ele, eu sou soldado, cumpro missão. Aprendi, em 47 anos de vida militar, que soldado não escolhe missão. Se ele me der outra no governo, eu aceito”, disse.

O motivo da troca, segundo ele, é político. “Se eu estivesse sendo trocado por alguém formado em Oxford, ou Harvard, tudo bem, poderiam dizer que falhei. Mas é por um político aliado do presidente, é assim que funciona”, confirmou.

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta