Goleada que renova a confiança alvinegra

O ponto pacífico que o Ceará tem time para mais na Série A do Brasileiro, ainda que os resultados estivessem aquém. A proximidade do Z4 não refletia o potencial alvinegro e o clube precisava provar para si mesmo que era capaz de vitórias grandes, de resultados para alçá-lo para a parte de cima da tabela. E finalmente, depois de oscilações na Série A que lhe custaram pontos importantes, ontem o Vovô fez uma partida segura e goleou o Vasco por 4 a 1 em pleno São Januário, saltando para a 10ª colocação com 29 pontos, entrando na zona da Copa Sul-Americana.

A atual colocação alvinegra, com vaga em uma competição internacional, é mais realista pelo investimento e qualidade do elenco, que ganha confiança para buscar uma sequência de vitórias. Se eram 4 jogos sem vencer na Série A, agora o time vem boa sequência, após empates com dois favoritos ao título, Atlético/MG e São Paulo, ambos no Castelão, e a goleada imposta ao Vasco.

 

A atual colocação alvinegra, com vaga em uma competição internacional, é mais realista pelo investimento e qualidade do elenco, que ganha confiança para buscar uma sequência de vitórias. Se eram 4 jogos sem vencer na Série A, agora o time vem boa sequência, após empates com dois favoritos ao título, Atlético/MG e São Paulo, ambos no Castelão, e a goleada imposta ao Vasco.

Chegar na área do Vasco foi uma constante em todo o jogo e as chances era empilhadas pelo Ceará, com Cléber perdendo uma delas cara a cara com o goleiro ao tentar encobri-lo. Mas o domínio era tão cristalino que aos 25, o atacante teve nova chance e não desperdiçou, após passe preciso de Léo Chú, fazendo 2 a 0.

Na etapa final, o recuo do Vozão foi natural, já que a marcação alta e a volúpia ofensiva desgasta, e não era possível manter o pique inicial. Assim, o Vovô recuou, chamou um limitado Vasco, que só cruzava na área e rondava o ataque sem inspiração, até que uma falha na marcação da defesa do Ceará, permitiu ao time carioca um gol de pênalti que o recolocou no jogo aos 19 minutos.

O Ceará demorou a se concentrar de novo após o gol sofrido, mas foi aí que as a mudanças de Guto Ferreira funcionaram, com Saulo Mineiro fazendo a diferença. Primeiro, ele recebeu passe de Lima e bateu forte para o gol, fazendo o 3º aos 33 minutos. Depois, aos 45, ele fez jogada individual e sofreu pênalti, com Vina convertendo com categoria: 4 a 1.

A vitória, que é história por ser a 1ª diante do Vasco na Série A do Brasileiro, eleva a moral do vovô para a sequência da competição e o adversário é um velho conhecido: o Bahia, no domingo, às 19 horas, na Fonte Nova.

Fonte : Diário do Nordeste

Deixe uma resposta