Grupo é preso após assassinato de uma mulher e ataque a viatura policial em Ubajara

Entre os presos, há dois adultos e quatro adolescentes

Seis suspeitos foram presos por envolvimento no assassinato de uma mulher de 43 anos, na cidade de Ubajara, no Ceará. Na tarde dessa quarta-feira (3), a vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo em uma via pública no Centro da cidade. A mulher, que já tinha histórico criminal por receptação, não resistiu aos ferimentos. A prisão dos suspeitos ocorreu no mesmo dia do crime, após um confronto armado com a Polícia Militar do Ceará (PMCE).

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que as equipes da PMCE, durante diligências para capturar os envolvidos no assassinato, se depararam com os suspeitos armados, que abriram fogo contra a viatura policial. Em resposta, os agentes de segurança conseguiram prender em flagrante dois adultos: João Victor Lima do Nascimento, de 22 anos, com antecedentes por tráfico de drogas, e Marinara Portela Bastos, de 24 anos.

Além dos adultos, quatro adolescentes, com idades entre 16 e 17 anos, foram detidos. O adolescente de 17 anos já possuía registros por atos infracionais relacionados a tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e roubo de veículo. Durante a prisão do grupo, a PMCE apreendeu duas armas de fogo, cinco celulares, duas motocicletas (uma delas com registro de roubo) e um rádio comunicador.

Os suspeitos e os itens apreendidos foram encaminhados à Delegacia Regional de Tianguá, unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). Os adultos foram autuados em flagrante pelos crimes de homicídio doloso, corrupção de menores e organização criminosa. Já os adolescentes foram autuados por atos infracionais análogos a homicídio doloso e organização criminosa.

O caso foi transferido para a Delegacia Municipal de Ubajara, onde a PCCE dará continuidade às investigações para esclarecer os motivos por trás desse episódio violento.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

Fonte: GC Mais
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.