Guedes confirma Castello Branco para Presidência da Petrobras

Futuro ministro da Economia do presidente eleito Jair Bolsonaro confirmou mais um economista com passagem pela Universidade de Chicago

O futuro superministro da Economia Paulo Guedes, indicado para o cargo pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), escolheu o economista Roberto Castello Branco para a Presidência da Petrobras.

“O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, recomendou ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, a indicação para a presidência da Petrobras de Roberto Castello Branco, que aceitou o convite”, informa nota divulgada nesta segunda-feira (19) pela assessoria de imprensa de Paulo Guedes.

Castello Branco vai substituir o atual presidente Ivan Monteiro, que ocupa o posto desde junho após o pedido de demissão de Pedro Parente.

Castello Branco foi membro do conselho de Administração da Petrobras entre 2015 e 2016. Atualmente ele é membro do Conselho de Administração da Invepar, empresa de concessões na área de infraestrutura.

Ele também é diretor do Centro de Estudos em Crescimento e Desenvolvimento Econômico da FGV (Fundação Getúlio Vargas).

O economista tem doutorado em economia pela FGV (1977) e pós-doutorado pela Universidade de Chicago (1977-78) — época em que Guedes cursava o doutorado na mesma universidade.

Castello Branco também ocupou cargos de direção no Banco Central e em outras instituições financeiras privadas. Entre 1999 e 2014, ele foi diretor na mineradora Vale.

A nota da assessoria de imprensa de Guedes afirma que Castello Branco possui “extensa experiência no setores público e privado”, com “projetos de pesquisa na área de petróleo e gás”.

O atual presidente da Petrobras, Ivan Monteiro, vai continuar no cargo até a nomeação do novo presidente.

Deixe uma resposta