IBGE | 44% das cidades cearenses estão entre os piores PIBs do País

A concentração de renda e a pobreza dos municípios cearenses estão reveladas no estudo sobre Contas Regionais do Brasil, para o ano de 2012 (Produto Interno Bruto-PIB dos municípios brasileiros), divulgado ontem pelo IBGE. Nos 556 municípios com menor PIB per capita, o valor era inferior a R$ 4.639,63. Entre eles, que representavam 10,0% dos municípios do país, estavam 67,9% dos municípios do Piauí, 46,5% do Maranhão e 44,0% do Ceará. Na contramão, 10% dos municípios com maior PIB per capita tinham este indicador 5,3 vezes maior do que os 60% com os menores.
Além disso, dos 1.334 municípios com menores PIBs, todos juntos agregam menos de 1% do PIB nacional, 17% são cearenses. A técnica do IBGE, Raquel Gomes, afirma que é muita concentração. Os dados revelam que Fortaleza é o Município mais rico do Estado com uma participação de 48,2% no PIB estadual em 2012, conforme o estudo. Com um PIB a preços correntes de R$ 43,4 bilhões, a cidade se mantém como a mais rica também no Nordeste. Esta posição foi tomada de Salvador em 2010. Entre as capitais brasileiras é a 8ª e a 10ª entre todos os os 5.565 municípios.
Por Jonas Deison | Informações do IBGE