Icasa tenta ser o primeiro do interior nordestino na Série A em 28 anos

Icasa está próximo de conseguir o acesso
A campanha histórica do Icasa na Série B pode ganhar um capítulo influente no futebol brasileiro. Se a equipe de Juazeiro do Norte concretizar o acesso para 2014, vai quebrar um jejum de 28 anos sem participações de times do interior do Nordeste na Primeira Divisão. A última vez foi com Treze-PB e Central-PE, em 1986.
O Verdão do Cariri terá dois jogos ainda pela frente para conseguir alcançar o feito. Atualmente em 4º lugar, com 59 pontos, o Icasa enfrenta a Chapecoense neste sábado, no estádio do Romeirão.
Caso consiga vencer o time catarinense, e Figueirense e Ceará não vençam na 37ª rodada, o alviverde cearense vai garantir por antecipação um vaga na Série A do próximo ano.
O alto rendimento do Icasa durante a competição, com 54,8% de aproveitamento, veio logo na sua terceira participação na segundona. O técnico Sidney Moraes assumiu a equipe na 7ª rodada e deu nova característica ao time, que se tornou mais coeso defensivamente.
Últimos do interior
As participações de clubes nordestinos ao longo dos anos na Série A caíram na década de 2000. Em 2005 por exemplo, o Fortaleza foi o único representante da região na elite do futebol brasileiro.
Quase 20 anos antes, Treze, de Campina Grande, e Central, de Caruaru, disputaram a Primeira Divisão da época.O formato da competição era diferente, contando com 80 equipes participantes.
Após jogarem a sétima edição do Torneio Paralelo, espécie de Série B, os dois times venceram os grupos E e F, respectivamente, e garantiram vaga na Série A do mesmo ano.

Com informações da Tribuna do Ceará