Inteligência artificial criada por cearense permite “conversar” com quem já faleceu

Deibson Silva, neuropsicólogo formado pela Universidade de São Paulo (USP), palestrante internacional e escritor e autor de 2 best-sellers: o Decifre e influencie pessoas e Decifre seu talento, está desenvolvendo projeto de Inteligência Artificial (IA) com universidade dos Estados Unidos.

A saudade pelos entes queridos somado à ideia de eternizar essas memórias, resultou no Legathum. Para a iniciativa, Deibson juntou-se com o especialista em Inteligência Artificial e chefe do departamento de ciência e tecnologia da Universidade de Berkeley, Alberto Todeschini, na Califórnia.

A reprodução de imagens e voz (que garante o FaceTime, por exemplo) ainda está sendo desenvolvida. Tudo deve ficar pronto entre 2 a 3 anos, garantiu Deibson ao O Povo. “Depois que a gente divulgou o projeto, as pessoas têm comparado com Black Mirror (série britânica de ficção científica)”, revela. Mas ele contou qual conteúdo tem o inspirado: a série Upload, da Amazon Prime, que mistura ficção científica, romance e humor.

Fonte: O Povo

- Advertisement -

Deixe uma resposta