Juro do cartão de crédito e do cheque especial cai em 2017, mas continua acima de 300% ao ano

As taxas de juros médias cobradas no cartão de crédito rotativo e no cheque especial, nas operações com pessoas físicas, registraram queda no ano de 2017, mas ainda permaneceram acima da marca dos 300% ao ano, segundo informações divulgadas pelo Banco Central nesta segunda-feira (29).

Cartão de crédito

Em dezembro de 2017 os juros médios das operações com cartão de crédito somaram 334,6% ao ano, queda de 163,1 pontos percentuais em relação ao fechamento de 2016, quando estavam em 497,7%.

A forte queda dos juros do cartão de crédito está relacionada com as novas regras adotadas pelo Banco Central no ano passado. Desde então, o consumidor só pode fazer o pagamento mínimo de 15% do cartão por um mês. Na fatura seguinte, o banco não pode mais rodar a dívida: o cliente paga o valor total ou precisa parcelar a dívida em outra linha de crédito, com o juro mais barato.

As classes D e E são 80% dos inadimplentes no cartão de crédito, aponta levantamento da Boa Vista SCPC.

Resultado de imagem para Juro do cartão de crédito e do cheque especial cai em 2017, mas continua acima de 300% ao anoCheque especial

Já a taxa média cobrada no cheque especial recuou de 328,6% ao ano, em dezembro de 2016, para 323% ao ano no fechamento de 2017 – uma queda de 5,6 pontos percentuais.

A queda nos juros do cheque especial em 2017 ficou abaixo da verificada na taxa Selic, os juros básicos da economia, que somou 7,25 pontos percentuais no ano passado.

A recomendação de economistas é que os clientes bancários também substituam essa modalidade por linhas mais baratas, como, por exemplo, o crédito consignado, em que as prestações do empréstimo são descontadas da folha de pagamentos.

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta