Justiça do Trabalho do Ceará recebe pedidos de conciliação por WhatsApp

A Justiça do Trabalho do Ceará inaugurou um novo canal para facilitar os pedidos de audiências de conciliação. O serviço de troca de mensagens instantâneas WhatsApp agora pode ser usado por trabalhadores, empregadores e advogados que querem resolver suas pendências trabalhistas de forma rápida, por meio de acordos.

É simples: para solicitar a audiência de conciliação basta passar uma mensagem com o número do processo e o nome das partes para o WhatsApp 98818-9393. Seu pedido será analisado e, caso seja possível incluí-lo na pauta de processos das varas do trabalho ou do Tribunal, as partes serão notificadas para comparecer à audiência.

Para o coordenador das conciliações no Tribunal Regional do Trabalho do Ceará, desembargador José Antonio Parente, a iniciativa facilita ainda mais o acesso à Justiça do Trabalho e favorece a realização de acordos. “Ter uma ferramenta dessas à disposição dos jurisdicionados vai dar mais dinamismo e agilidade às resoluções dos processos”, avalia.

Mantido pelo Núcleo de Conciliação do TRT/CE, o serviço é permanente, mas terá seu uso intensificado durante a Semana Nacional de Conciliação que acontece no período de 21 a 25 de novembro. O mutirão, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), envolve todos os órgãos e instâncias do Poder Judiciário. O objetivo é solucionar o maior número de processos por meio de acordos.

Além do serviço do WhtsApp, também é possível solicitar audiência de conciliação – para a Semana – por meio do telefone 0800 280 1771. O número gratuito funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 15h30.

Há também um formulário eletrônico disponível no site do TRT/CE (www.trt7.jus.br). Seu preenchimento é fácil e o pedido de audiência vai direto para a unidade onde está o processo. Se preferirem, as partes ou seus advogados podem dirigir-se pessoalmente a uma das unidades da Justiça do Trabalho em todo o Estado e pedir a inclusão do processo na pauta da Semana de Conciliação.

Resultados
No ano passado, a Semana Nacional da Conciliação do CNJ envolveu 3,1 mil magistrados, 968 juízes leigos, 5 mil conciliadores e outros 5,2 mil colaboradores em 47 tribunais. As 354 mil audiências realizadas resultaram em 214 mil acordos, um índice de 60% de composição dos conflitos. Os acordos firmados representaram um montante de R$ 1,645 bilhão – a maior parte das conciliações (189,6 mil) foi realizada nas cortes da Justiça Estadual.

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta