Livros da SertãoCult marcam comemoração de 140 anos de Camocim

As comemorações do aniversário de 140 anos de Camocim-CE (29 de setembro) foram marcadas pelo lançamento de duas obras da SertãoCult. Com apoio da prefeitura, os autores Carlos Augusto Pereira dos Santos e Paulo José da Silva Santos autografaram, na noite do dia 27 de setembro, exemplares do livro Pinto Martins: um voo na memória e na história do aviador camocinense. Carlos Augusto assinou ainda, junto com Petrília Paulinni Pereira Sales Fialho, o livro O Terra e Mar: roteiros históricos e sentimentais de Camocim na obra de Carlos Cardeal.

O destaque da noite ficou por conta do relançamento, 31 anos depois, do livro O Terra e Mar, do saudoso escritor camocinense Carlos Cardeal. O livro, agora devidamente registrado, revisado e com uma diagramação moderna, sai como o inverso do livro de Carlos Augusto e Petrília, que busca dar apoio à leitura desta obra, o primeiro romance ambientado em Camocim. Além de Carlos Augusto e Paulo José, a noite de autógrafos contou com a presença da irmã de Carlos Cardeal, Graça Cardeal.

Os livros serão distribuídos pela prefeitura nas escolas de Camocim, onde os estudantes e professores terão acesso a ambos como apoio aos estudos sobre a história local.

Serviço:

Noite de autógrafos

Pinto Martins: um voo na memória e na história do aviador camocinense, de Carlos Augusto Pereira dos Santos e Paulo José da Silva Santos.

O Terra e Mar, de Carlos Cardeal, verso do livro O Terra e Mar: roteiros históricos e sentimentais de Camocim na obra de Carlos Cardeal, de Carlos Augusto Pereira dos Santos e Petrília Paulinni Pereira Sales Fialho.

Sobre os autores:

Carlos Cardeal

Nascido em Viçosa do Ceará em 31 de outubro de 1955, Carlos Cardeal de Araújo foi morar em Camocim aos cinco anos de idade com a família para estudar. Aos treze anos ingressou no Convento de Tianguá, onde apaixonou-se pela literatura. Em Fortaleza, onde foi cursar o Ensino Médio, passou por uma livraria e viu um anúncio de concurso literário, que exigia dos pretensos candidatos uma produção de vinte folhas. Cardeal começou a escrever pelas madrugadas até perceber que já havia ultrapassado as vintes folhas e, como não poderia mais participar do concurso, resolveu finalizar a trajetória dos personagens, originando o que viria a ser seu primeiro livro, “O Terra e Mar”, publicado oito anos depois.

Em 1988, com a morte de seus pais, voltou a Camocim para assumir o comércio que pertencera a eles, mas só consegui ficar no ramo pouco mais de um ano. Foi servidor público municipal no período de 1990 a 2007. Trabalhou inicialmente no setor pessoal da Prefeitura Municipal de Camocim e posteriormente na Secretaria de Cultura por cerca de oito anos. Em seguida ocupou o cargo de agente administrativo na Academia Camocinense de Ciências Artes e Letras, onde concluiu seu segundo livro, “Ida e Volta”, no ano de 2003, e o publicou em 13 de novembro de 2004, através da ACCAL. Faleceu em Camocim no dia 11 de outubro de 2007.

Carlos Augusto Pereira dos Santos

Professor do Curso de História da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Mestre em História Social (UFC/UFRJ). Doutor em História do Norte e Nordeste do Brasil (UFPE). Pós Doutorado em Estudos Culturais (PACC/UFRJ). Autor das obras como Cidade Vermelha. Os comunistas nos espaços do trabalho. Camocim-CE. 1927-1950 (2007); A Casa do Povo. História do Legislativo Camocinense (2008); Sobre Camocim. Política, Trabalho e Cotidiano. (2013); Entre o Porto e a Estação. Cotidiano e Cultura dos Trabalhadores Urbanos de Camocim-CE. 1920-1970. (2014); Historiando Camocim. Livro Didático adotado na rede municipal de ensino. (2017) e Nostalgia dos Apitos. Estrada de Ferro de Sobral. Quarenta anos depois da partida do último trem de Camocim. 1977-2017 (2017).

Em parceria com outros escritores, professores e alunos, organizou os livros, Lugares do passado… lembranças do presente. História e memória no jornal “O Literário” (2005); Sobrescritos. (2011); Um PET no Sertão. (2013). Histórias do Ceará. Experiências de pesquisas dos professores e alunos do PARFOR/UVA. Sobral. 2009-2011. (2013); Cidades Visíveis. Aspectos históricos e culturais. (2013); A História próxima de nós! (2014); A Polifonia Sobralense. Leituras e entendimentos sobre a cidade. (2015); Nas Trilhas do Sertão. Vol. 3. (2016). Práticas Inovadoras no âmbito do PARFOR/UVA. Camocim é um Pote de Histórias. (2018); Relatos de experiências dos professores do PARFOR/UVA. (2018); Nossa Gente, Nossa História. O Ceará Republicano. (2019).

Paulo José Silva dos Santos

Historiador, escritor e pesquisador, licenciado em História pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Especialização em História do Brasil pela Universidade Cândido Mendes. Membro da Academia Camocinense de Ciências Artes e Letras (ACCAL). Professor da Disciplina de História no Colégio Estadual Professor Ivan Pereira de Carvalho (CEPI).

Petrília Paulini Pereira Sales Fialho

Natural de Camocim-CE. É licenciada em História pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Atualmente trabalha no Instituto Educacional Tianguá (IET).

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta