Luizianne declara apoios em São Paulo, Recife, Vitória, Porto Alegre e não cita Fortaleza

Ex-prefeita e candidata do PT em Fortaleza na última eleição, a deputada federal Luizianne Lins se posicionou sobre o segundo turno em várias capitais. “Vai ter amor, vai ter esquerda sim nas capitais”, escreveu ela no Twitter, citando Marília Arraes (PT) em Recife, Guilherme Boulos (Psol) em São Paulo, Manuela D’Ávila (PCdoB) em Porto Alegre e João Coser (PT) em Vitória. Não fez qualquer menção a Fortaleza, onde o PT declarou apoio a José Sarto (PDT). Ela usou a hashtag: “#ForaBolsonaro”. Pouco depois, a postagem foi apagada.

Luizianne protestou de forma veemente contra as críticas feitas a ela pela campanha de Sarto. Ela afirmou ter havido um pacto de não-agressão, proposto pelo governador Camilo Santana (PT), entre ela e o pedetista, e que não teria sido cumprido. Camilo declarou “apoio incondicional” a Sarto no primeiro dia após o primeiro turno. O PT se posicionou a favor do pedetista no dia seguinte.

Na noite após ir ao segundo turno, Sarto fez aceno a Luizianne e defendeu a pacificação. Ao receber apoio do PT, o candidato disse que a “campanha pode eventualmente ter feito uma crítica”, mas afirmou respeitar muito a ex-prefeita. Movimento de mulheres ficou insatisfeito com o apoio petista a Sarto sem levar em conta a postura da campanha contra Luizianne e cobrou pedido formal de desculpas, que não houve.

Deixe uma resposta