Lula empata com Bolsonaro em popularidade digital e gera impacto na corrida eleitoral de 2022

Um mês depois de ter suas condenações da Lava-Jato anuladas pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já demonstra ter impacto no cenário para 2022, agora no quesito das redes sociais, área de conhecida desenvoltura do presidente Jair Bolsonaro. É o que revela dados do Índice de Popularidade Digital (IPD), ranking produzido pela consultoria Quaest.

Segundo a pesquisa, no início da semana Lula estava empatado tecnicamente com Bolsonaro no setor de desempenho digital. Depois de um pico em meados de março que fez o atual presidente assumir
um inédito segundo lugar.

Bolsonaro mantinha liderança no IPD desde quando o monitoramento foi criado, em janeiro de 2019. Todavia, perdeu espaço para Lula por nove dias consecutivos a partir de 8 de março, data em que Fachin anulou as condenações do petista. Na última segunda-feira, 5, com a conclusão do relatório deste período, os dois estavam em posição de empate técnico: Bolsonaro com 63,3 e Lula com 61,1.

Até o momento, sem outros pré-candidatos que possam rivalizam em um possível segundo turno, o cenário de avanço e quase igualdade na esfera digital entre os políticos confirma um quadro de possível polarização entre o atual presidente e Lula na corrida presidencial de 2022. 

Com avanço agora nas redes sociais, o ex-presidente tem realizado uma série de discursos para diversos setores se colocando como um dos líderes da oposição ao governo Bolsonaro. O petista também passou a intensificar sua aparição em lives e aumentou o volume de entrevistas no Brasil e no exterior. 

Fonte: OPovo

Deixe uma resposta