Maioria do STF é a favor da obrigatoriedade da vacina, diferentemente de Bolsonaro

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir sobre a obrigatoriedade da vacinação contra a Covid-19. A maioria dos membros já defende reservadamente que é possível que o Estado obrigue a população a se vacinar, segundo informa o jornal Folha de S. Paulo.

O tema está sendo discutido mesmo antes do surgimento de uma vacina eficaz. Mas a polêmica sobre a questão, porém, leva o presidente do STF a adiar a definição. Ainda não há data para a votação.

A politização sobre o tema veio depois que o presidente Jair Bolsonaro, contrário à obrigatoriedade, confrontou o governador de São Paulo, João Doria, favorável. Bolsonaro também rejeitou a vacina chinesa, feita em parceria com o Instituto Butantan, paulista.

Fonte: Jornal Jangadeiro

Deixe uma resposta