Manifestantes descem de torre de TV após acordo com a Polícia Militar

Momento da descida dos manifestantes que passaram mais de 30 horas na torre (Foto: Vivian Sales)
Chega ao fim o protesto dos concursados da Polícia Militar que subiram na antena da TV Assembleia, no bairro Dionísio Torres. Os PMs ‘sub judice’ Ediglê Silva Santos e Renam Pinto dos Santos estavam no alto da torre deste a sexta-feira (03), e prometeram resistir até que fossem ouvidos pelo governador do Ceará Cid Gomes.
Os dois homens desceram da antena na tarde deste sábado (4), após acordo mediado pela Polícia  Militar. Ficou agendada uma reunião para a próxima segunda-feira (6), entre o grupo de concursados e os representantes do governo do estado, às 15h na Procuradoria Geral do Estado.
Em conversa por telefone com Edglay pinto, um dos homens que estavam na antena.  Ele contou ainda eles estavam sentindo muito frio, devido à chuva que caiu sobre Fortaleza na manhã de hoje e devido aos fortes ventos que circulam na altitude em que estavam.
Os manifestantes fazem parte dos 632 pessoas que estavam exercendo a função de policial militar após conseguirem entrar na corporação por meio de uma decisão liminar dada pela Justiça.
O governo do estado recorreu e a liminar foi derrubada, o que provocou a demissão de todos os concursados. Segundo o governo, o grupo é formado por pessoas que foram reprovadas em pelo menos um dos itens obrigatórios para o ingresso no cargo de policial militar.
Jonas Deison (Sobral Online), com informações de Pedro Alves

- Advertisement -

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.