Nesta segunda-feira (10) | Prefeitura realiza solenidade de assinatura dos contratos de 1.280 unidades habitacionais do Residencial Nova Caiçara

Nesta segunda-feira (10), o prefeito Veveu Arruda comandará a solenidade de assinatura de mais 1.280 contratos de unidades habitacionais do Residencial Nova Caiçara. O evento, que terá início às 18h no Arco Nossa Senhora de Fátima, realizará o sonho da casa própria de mais de 6.000 pessoas. Em seguida, a festa ficará por conta da banda Forró Real, que cantará seus novos e antigos sucessos. Com esta nova etapa, totalizam 3.364 moradias entregues no maior projeto habitacional do interior do Ceará.

“Essa será a nossa maior solenidade de assinatura de contratos, contemplando mais 1.200 famílias que estarão, em breve, em suas novas moradias. Esse foi um acordo firmado na minha gestão, e tenho a imensa alegria de poder concluir esse ciclo realizando sonhos e melhorando a vida de mais de 15.000 pessoas”, comemora o prefeito Veveu Arruda.

De acordo com a secretária de Urbanismo, Gizella Gomes, “nesse momento as famílias contempladas com as novas unidades habitacionais assinarão o contrato da casa própria e estarão aptas para a mudança para o Residencial Nova Caiçara”.

Residencial Nova Caiçara

Cada apartamento, que possui 42,9m² divididos entre sala de estar, cozinha, dois quartos, 1 banheiro e área de serviço, representa o início de uma nova história para cada uma das famílias beneficiadas. Além das residências, o Nova Caiçara conta com áreas de lazer e prática de esportes, áreas de convivência e para atividades comerciais, além de 3 Centros de Educação Infantil, 2 Escolas de Tempo Integral (uma na área do empreendimento e outra na Cohab III); 2 Centros de Saúde da Família (com 5 equipes e 50 agentes de saúde) e 1 Centro de Artes e Esportes Integrado, que estão sendo construídos.

Jonas Deison

Somos um portal de notícias focado na cidade de Sobral, Ceará. Prezamos sempre pela notícia verdadeira e sem conteúdo apelativo. Contato: (88) 99222-3363 | (88) 99632-4226 Administrador: Jonas Deison

Deixe uma resposta