“Ninguém quer aluno doutrinado para ser militante”, diz Bolsonaro

Candidato do PSL à Presidência defendeu investir nas bases da educação para evitar que estudantes cheguem com deficiências nas faculdades

candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, voltou a usar o Twitter para apresentar propostas de governo. Neste sábado (20), ele falou sobre educação.

“Há estudos que apontam que quase 40% dos estudantes no ensino superior são analfabetos funcionais. Precisamos redirecionar os jovens para o conhecimento desde sua base”, escreveu.

O político ainda condenou o que classifica de doutrinação ideológica em sala de aula.

“Ninguém quer saber de aluno sendo doutrinado em sala de aula para se tornar um militante. Queremos bons profissionais, isso que dará retorno à sociedade”, completou.

Deixe uma resposta