Operação contra facção criminosa em Sobral prende suspeitos de homicídios

Uma operação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) deflagrada, nas primeiras horas da manhã de hoje (9), culminou na captura de 17 pessoas suspeitas de integrar coletivos criminosos com envolvimento no narcotráfico e em homicídios ocorridos em Sobral. Além das capturas, uma pessoa que já estava presa teve um mandado de prisão cumprido. Os números são resultados dos cumprimentos de mandados de prisão preventiva e temporária em desfavor de alvos já investigados pelos agentes de segurança pública. Além das prisões, uma quantidade de entorpecentes foi apreendida, após cumprimentos de busca e apreensão. A operação segue em andamento.

Objetivando retirar de circulação membros de coletivos criminosos com atuação direta na comercialização dos ilícitos, bem como nos crimes de homicídio, a PCCE iniciou uma operação para dar cumprimentos de mandados de prisão preventiva e temporárias, bem como de busca e apreensão. Com efetivo de 150 policiais civis, divididos em 40 equipes, o trabalho resultou na captura de 17 pessoas. Um dos mandados foi cumprido contra um suspeito que já se encontrava em uma unidade prisional da região. As capturas ocorrem no município de Sobral, regiões circunvizinhas, Forquilha, e em bairros da Capital.

Os alvos da operação são investigados pelos crimes de integrar organização criminosa, homicídios, tráfico de drogas e associação para o tráfico. Para o diretor adjunto do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Norte (DPJI Norte), Matheus Araújo, o trabalho da Polícia Civil na região é fundamental para desarticular ações criminosas que buscam fixar grupos no Interior. “Tiramos de circulação pessoas ligadas diretamente com a comercialização de entorpecentes, crimes patrimoniais, organização criminosa e homicídio. É uma resposta que será dada diuturnamente para a população de Sobral que, com certeza, acredita no trabalho sério e exitoso da PCCE nessas regiões”, pontuou o delegado.

Apreensões de drogas

Com ajuda de cães farejadores, os policiais civis apreenderam cocaína e maconha, além de dinheiro e utensílios para a distribuição e a contabilidade do tráfico de drogas. A ofensiva continua em andamento.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

As denúncias também podem ser encaminhadas para o telefone (88) 3677-4711 da Delegacia Regional de Sobral. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Deixe uma resposta