Padres de Reriutaba trocam acusações duras sobre patrimônio da igreja; veja áudio

Repercutiu nas redes sociais nesta segunda-feira (24), uma situação espinhosa para os paroquianos da cidade de Reriutaba. Isto porque os dois padres da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro estavam brigando, trocando acusações em áudios, em relação ao patrimônio da igreja local.

Em decorrência da Covid-19 por ter sido contaminado, o pároco Pe. João Bosco Arruda Linhares teve de se ausentar de suas funções, tendo assumido interinamente o vigário Pe. Eufrásio da Silva Filho.
O que chamou a atenção é que, com o retorno de padre Bosco, surgiu a acusação de que ele teria comprado uma Hilux com o dinheiro da Paróquia, tendo para isso vendido o carro pertencente a igreja, uma Fiat Strada. Não parando por aí, a réplica veio acusando que padre Eufrásio teria deixado uma dívida de R$ 100 mil, ainda não paga, em um comércio na vizinha cidade de Varjota.

Ouça em 34:14

Padre Eufrásio afirma que já pagou o que devia em Varjota e agora, diante do comportamento dos sacerdotes, aguarda-se posicionamento firme da Diocese de Sobral, na qual são subordinados, na pessoa do bispo Dom Vasconcelos.

Fonte: avozdesantaquiteria

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.