Países mais bem pagos do mundo para médicos

Você pode ter escolhido estudar medicina pela sua vocação, e não puramente por razões financeiras. No entanto, ganhar um salário decente certamente pode ajudar a você – e sua família – a ter uma boa qualidade de vida. Depois de tantos anos de estudo, exames, programas de residência médica e
especialização, você não gostaria de ser recompensado de forma justa?

Lendo este artigo você poderá examinar mais de perto a remuneração financeira que pode esperar
receber em alguns dos países mais bem pagos para médicos.

Mas antes, vale destacar que, além das razões financeiras, você também terá vários benefícios
maravilhosos ao trabalhar no exterior. Estes incluem: melhores habilidades profissionais, renovação da sua paixão pela medicina, desenvolvimento pessoal e cultural, aprendizado de novas habilidades não médicas, como uma segunda língua, por exemplo.

Agora sim, veja o que o mercado de trabalho internacional oferece para os profissionais de medicina em termos financeiros:

Os salários a seguir são a remuneração média para especialistas e clínicos gerais, com a classificação
baseada na média dos dois combinados. Os salários foram compilados principalmente a partir da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico); o Escritório Federal Suíço de Saúde Pública (FOPH); e o Doximity, relatório anual sobre compensação médica, com todos os números atualizados em maio de 2020.

Todos os salários são apresentados em Dólar e PPC (Paridade do Poder de Compra) para fins
comparativos. PPC é uma taxa de câmbio teórica que permite a comparação do poder de compra de
diferentes moedas.

10 PAÍSES COM MAIORES SALÁRIOS PARA MÉDICOS
Nº 1: Luxemburgo
Especialistas: $ 352.300
Clínicos Gerais: $ 278.900
Luxemburgo, a pequena nação europeia com pouco mais de 600 mil habitantes, ocupa o topo da lista. O país oferece uma mistura cultural entre seus vizinhos Bélgica, Alemanha e França. Isso se reflete nas três línguas oficiais; Alemão, francês e a língua nacional, o luxemburguês. Esta joia muitas vezes esquecida na Europa Ocidental oferece um pagamento excepcionalmente alto para médicos clínicos e especialistas e uma localização fantástica, inclusive para viagens nos dias de folga do trabalho.

Nº 2: Estados Unidos
Especialistas: $ 350.300
Clínicos: $ 242.400
Os Estados Unidos oferecem grandes oportunidades de desenvolvimento profissional e pagam muito bem seus médicos. Um país de grande diversidade, existem muitas opções de viagens dentro do seu território. Se você está planejando seguir a carreira médica nos Estados Unidos, tenha em mente que terá que fazer o exame USMLE (Exame de Licenciamento Médico nos Estados Unidos).

Nº 3: Bélgica
Especialistas: $ 331.200
Clínicos: $ 138.700
A Bélgica com seus idiomas distintos, conta com regiões que falam francês, holandês e, em algumas
partes, a língua alemã. Na bilíngue capital, Bruxelas, assim como em todo o país, não faltam experiências culturais enriquecedoras.

Nº 4: Alemanha
Especialistas: $ 222.700
Clínicos: $ 214.700
A Alemanha é conhecida por seu custo de vida acessível, culinária maravilhosa e saudável, e cultura
acolhedora. A quarta maior economia do mundo e o país mais rico da Europa, obviamente paga muito bem seus profissionais de medicina.

Nº 5: Canadá
Especialistas: $ 249.000
Clínicos: $ 158.200
O Canadá com suas paisagens frias e cidades culturais, oferece um ótimo equilíbrio entre trabalho e vida pessoal. O país é consistentemente classificado como um dos melhores do mundo para se viver. É reconhecido mundialmente por sua qualidade de vida excepcionalmente alta, ambiente político
progressivo e uma das economias mais sustentáveis ​​do planeta.

Nº 6: Suíça
Especialistas: $ 228.000
Clínicos: $ 172.800
A Suíça oferece paisagens impressionantes, oportunidades incríveis para esportes ao ar livre, inclusive para os fãs de esqui. Dividido em regiões onde se fala alemão, francês, italiano e romanche (rumantsch), o país é ótimo para quem deseja aprimorar um desses idiomas. Mas trata-se de uma escolha cara – de acordo com o Eurostat (Serviço de Estatística da União Europeia), a Suíça tem o custo de vida mais alto da Europa.

Nº 7: Irlanda
Especialistas: $ 209.000
Clínicos: $ 164.700
A Irlanda tem pontuações consistentemente altas nos países com melhores pagamentos para médicos, tanto para especialistas quanto para clínicos gerais. O país é repleto de belezas naturais, castelos e construções medievais. A Irlanda também se destaca no quesito qualidade de vida e desenvolvimento humano.

Nº 8: Áustria
Especialistas: $ 213.200
Clínicos: $ 141.500
Montanhas, lagos, cidades belíssimas e música clássica. Uma joia da Europa Central que é um convite para os médicos que procuram também melhorar as suas competências na língua alemã.

Nº 9: Países Baixos
Especialistas: $ 200.300
Clínicos: $ 137.500
Os Paises Baixos oferecem ótima qualidade de vida, têm uma cidade carismática como capital –
Amsterdã – e uma população adepta ao ciclismo. De acordo com um relatório da Comissão Europeia,
36% da população relata que a bicicleta é o seu meio de transporte mais frequente.

Nº 10: Austrália
Especialistas: $ 210.800
Clínicos: $ 104.300
O país da Oceania é um eterno favorito dos médicos que vão trabalhar no exterior, e é fácil entender o por quê. Excelente clima, altos salários, oportunidades de viajar por lugares excepcionais, e foco real no equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

Deixe uma resposta